Crônicas

Isso explica tudo

Eu rodei a cidade inteira atrás de um protetor labial incolor com fator de proteção 15 que não deixa gosto de protetor solar na boca. Não é coisa da minha cabeça, ele existe. Eu uso faz muitos anos. Só que aconteceu que ele não está mais entre nós, pelo menos fisicamente, porque seu espírito acusa 04 unidades numa loja, 01 unidade na outra mas, quando chegava lá, não passava de uma pegadinha do sistema.

Eis que na trigésima loja o vendedor, vindo do estoque, me dá o golpe de misericórdia e, sem querer, mas acredito que sem querer mesmo, ele acabou por explicar quem somos, de onde viemos e pra onde vamos e, de quebra, se aquela fumaça que sai dos aviões a jato é ou não é veneno para acabar com a humanidade. Com um sorrisinho que dizia “se toca, moça”, ele solta: É que ele é um produto que vem no verão…

Mas é óbvio. Como sou estúpida. Faz todo sentido. Não tem sol no inverno e o melanoma é uma doença tão de boas que te dá folga nas estações frias. É por isso que as coisas são como são, é por isso que vivemos do jeito que vivemos, é por isso que tudo flui e tudo funciona nas nossas vidas, nas cidades, nos sistemas, na urna.

Isso explica tudo.

 

Arte gráfica e texto: Juciéli Botton para Casa Baunilha | Ilustração de batom, avião e boca: Freepik

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *