Morro Reuter,  Por aí,  Rio Grande do Sul,  Serra Gaúcha

O planeta singular da Anelise Bredow

A Anelise Bredow é uma dos vários artistas que se estabeleceram na cidade de Morro Reuter, na serra gaúcha, e que integra o Caminho das Artes da região, com vários ateliês que podem e devem ser visitados. Em breve, farei um guia do que fazer na cidade pois não é pouca coisa, não.

 

 

As peças da Anelise carregam um estilo bem próprio. Singular é a palavra. Quando criança, Anelise era fascinada pelas pequenas pecinhas que existiam dentro dos aparelhos de rádio e TV que o pai consertava. Tinham formas estranhas e eram coloridas. A partir daí, um mundo de experimentações se abriu diante dela e então surgiu essa linguagem interessante com seres de formas e cores bem características de sua assinatura.

 

Adoro os enfeites com palavras. Perfeitos para pendurar no puxador do guarda-roupa, na fechadura da porta e como presentes também. 

 

Na loja/ateliê há um painel que explica o processo de criação, desde a modelagem, passando pela pintura até a queima das peças cerâmicas.

 

 

Este canto é a representação típica do inverno. Lareira, cadeira de palha… deve ficar bem quentinho.

 

 

 

 

Pela placa vocês podem notar que o ateliê fica exatamente na beira da estrada, mais precisamente na BR 116. Mais fácil do que isso, só olhando no mapa que eu ilustrei: você está subindo a serra vindo de Porto Alegre, no sentido da seta. Depois de fazer aquela curva acentuada para a direita e antes de chegar ao pórtico de entrada de Morro Reuter, você verá o ateliê, à esquerda. Uma casa vermelha com um canteiro cheio de cactos lindos na frente.

 

 

Assista aqui a um vídeo em que a Anelise conta sobre a relação dela com a cerâmica, como tudo começou e seu processo de criação.

 

Fotos, mapa ilustrado e texto: Juciéli Botton para Casa Baunilha

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *