• antes e depois,  banheiro / lavabo,  DECORAÇÃO,  Decorar,  Reformar

    Antes e depois: meu banheiro reformado

    Meu banheiro, depois de anos de infiltração – somando os que eu aluguei o apê e mais alguns como proprietária – não pode escapar de uma reforma total. Eu sou muito a favor das obras limpas (conceito que estou aplicando na minha cozinha), que reaproveitam os materiais e quebram menos possível ou nada. Mas o meu querido aqui estava literalmente caindo aos pedaços, principalmente na parte do box. Os azulejos, estufados em ângulos de quase 45 graus, podiam cair a qualquer momento. E os dois ambientes que dividem as paredes com ele sofriam com as infiltrações e o mofo.

     

     

    Antes de qualquer coisa, preciso dizer que eu tinha uma ideia visual para o banheiro que acabou não acontecendo. Então ele ficou assim, como estamos vendo mas que, de qualquer forma, gostei do resultado também. Eu explico. Eu queria um banheiro super urbano, com cara de ambiente reaproveitado e com mix de texturas. Imaginem, no lugar dos azulejos verdes, textura de cimento queimado, bem manchado, tipo um viaduto mesmo. Era essa a minha ideia inicial: de um lado, porcelanato que imitasse pedra (pois verba para pedra de verdade não trabalhamos) e, do outro, na parte das louças e do espelho, a textura de cimento, bem manchado.

    Acontece que o pedreiro que contratamos não apareceu no dia combinado porque tinha pego uma outra obra. E depois disso, conforme eu falava com outros profissionais eles me desencorajavam ou diziam que pela umidade do banheiro não seria o ideal, ou eu mesma não levava fé que fariam direito. Algo que parece ser tão simples, um concreto aparente, sem a parte de assentar os azulejos. Bom, quem nunca teve que partir para o plano B ou até outras letras seguintes do alfabeto em se tratando de obra, não é mesmo? Eu comprei o material para a reforma em 2015

  • DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil,  jardim,  sala / estar

    5 maneiras de organizar um jardim no seu pequeno apê

    A gente já sabe que não é porque moramos em espaços reduzidos que não podemos ter nosso próprio jardim. Dá sim pra transformar um canto no nosso pequeno lar em um jardim particular. Não só dá, como há várias maneiras de organizar isso. Escolha a sua preferida, ou inspire-se para criar a sua própria.

     

    COLEÇÃO APAIXONANTE

    Foto: trib.al

    Se você tem paixão pelos pequenos exemplares da natureza, como as suculentas ou os pequenos cactos, pode dedicar um móvel a eles. Pode ser uma prateleira, um aparador, o que você tiver e o que seu espaço permitir. O que importa é deixar as plantas todas juntas e visíveis. A ideia não é fazer volume, mas expor a singularidade de cada uma.

  • DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil

    1 quadro, muitas histórias

    Adoro colecionar coisas, claro que na medida do possível, porque meu apê é pequeno, então não posso me dar ao luxo de colecionar bicicletas, por exemplo (tirando o fator grana pra fazer essa brincadeira, ok?).

    Então, se você também é do time que coleciona miudezas em larga escala, confere esta ideia pra reunir e expor a sua preciosa coleção, ou melhor, a sua preciosa coleção de histórias vividas. Que, na real, é isso que as coleções representam pra nós.

    Em caixinhas com a frente envidraçada, você vai jogando ali as peças e, com o tempo, vai vendo a coleção crescer. Quadrinhos e até alguns porta-retratos cumprem muito bem esse papel. E, no fim, a coleção acaba virando um quadro bonito na sua parede.

     

    historias de casa

    A colorida coleção de caixinhas de fósforo é da Histórias de Casa

  • DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil

    Vida simples

    Oi, gente, tudo bem com vocês? Eu tô ótima, mais leve! No post anterior contei pra vocês que faria a revolução dentro de casa e descartar muitas coisas a fim de ter uma vida mais simples, com menos objetos, menos roupas, menos tudo, lembram?

    E, como prometido, agora vou contar o passo a passo que me ajudou nessa empreitada, aquele do método konmari que li no livro da japonesa Marie Kondo, A mágica da arrumação. Antes, queria situar vocês no meio dessa conjuntura toda. A mudança sempre esteve dentro do meu eu. Vocês devem saber como é, a gente começa a mudar a forma de pensar ao longo da vida, a entender tudo de um jeito diferente e então ficamos com vontade de começar do zero! Só que por comodismo vamos levando a vida do jeito que está, né não?

     

    vida simples casa baunilha 1-01

    Diante da natureza aí da foto, vida simples na verdade tá mais pra vida de luxo.

     

    Pois o grande tapa na cara me foi dado pela natureza, durante a viagem que fiz a Foz do Iguaçu, no Paraná. A chuva que as quedas d’água das Cataratas lançaram sobre mim surtiram efeito pra dentro da minha pessoa. Acho que fui batizada de novo! hahaha De um lado, a natureza correndo seu curso e, de outro, a pesada intervenção

  • DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil

    Por uma vida com menos coisas

    ORGANIZAÇÃO. Ô palavrinha que é fácil de expressar e difícil de se concretizar na vida. No caso, na minha. Eu confesso que não era, gente, e acabei sendo. Bagunceira. Coisa boa assumir uma coisa dessas. Coisa boa assumir qualquer coisa né. Ser quem a gente é. Só que no caso, eu não quero mais ser bagunceira. Na real, nunca quis.

     

    desapegocasabaunilha2

     

    Faz tempo que tento dar fim à bagunça. Na verdade não é bem bagunça, o buraco é mais embaixo. São coisas diferentes você: 1) chegar em casa do trabalho e jogar a bolsa no sofá e 2) não ter onde jogar a bolsa porque sua casa tem muitas coisas. Sacou? Em outro post eu tinha contado que meu namorado apelidou nossa casa de A Casa das Coisas. E é tudo culpa minha. Se a gente se separasse hoje era mais fácil ele sair de casa, levando só uma mochila, do que eu, porque teria de contratar uma transportadora.

    Pra que ter as coisas? Pra que ter o DVD do filme Rocky Balboa? Pra que manter respirando com a ajuda de aparelhos um livro de uma cronista escrito em 1500, cujas opiniões nem ela mesma concorda mais? Ela deve ter trocado até de time de futebol nesta altura da vida.

  • cozinha,  DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil

    Uma beleza de despensa

    Eu adoro despensas. Elas reúnem só coisas legais: comida, etiquetas, potes e organização. Melhor do que ver a despensa toda organizada é o processo pra se chegar lá.

     

    despensa-1

     

    Eu adorei da ideia de adesivos brancos nos potes. Posso adotar isso quando for montar a minha. Outra ideia que achei bacana é ter uma espécie de bandeja, ou algum outro objeto que delimite a área dos temperos em uso, como azeite, molhos, apimentados, etc. Encontrei esta despensa no site gringo da Sara Hearts, e lá ela indica uma loja, com entrega no Brasil, onde se encontram os potes, as bandejas e aquele display com degraus para os enlatados, que, por sinal, eu a-d-o-r-e-i.

  • DECORAÇÃO,  Tours

    Shhhh!

    “A paz invadiu o meu coração / De repente, me encheu de paz” e a gente segue cantando Caetano e admirando a paz que a luz desta casa traz. As cores suaves garantem a calmaria e os detalhes em preto trazem aquele quê de sofisticação. Tudo pensado pela designer de interiores Kelly Deck, acostumada a projetar espaços tranquilos.

     

    casa baunilha1 casa baunilha2

     

    Dá pra perceber pela proximidade do fogão com o sofá que a casa é compacta, mas acaba dobrando de tamanho com tanta clareza.

  • DECORAÇÃO,  Tours

    Tempero rosa

    Esta casa, que pertence a um casal de fotógrafos de Los Angeles e que encontrei no site Design Sponge, tem uma simplicidade que enche os olhos, revelando beleza nos cantinhos, nos arranjos, nos detalhes.

     

    rosa casa baunilha06

    Tem verdinhos por todos canto, detalhes em cobre e dourado, como nos vasos de algumas plantas, e a cor majestosa que reina em todo canto: o rosa.

  • antes e depois,  DECORAÇÃO

    Hall de entrada revitalizado

    Eu aproveitei o feriado do Carnaval para, além de descansar, revitalizar o hall de entrada do meu apartamento. Já que ainda não começamos a obra pesada no apê, eu me entreti dando um trato nesta área do apartamento que nada mais é do que a entrada, onde se tem a porta, só que eu chamo de hall.

    Meu sonho era ter um hall de entrada. E como o apê não tem esta área no seu interior, eu dei um jeito de criá-la fora.

     

    hall-de-entrada-casa-bauniha

     

    Na verdade, a configuração do prédio acabou proporcionando este presente. Esta área da entrada fica resguardada por um muro que circunda a escada. Então, esse muro acaba criando um 

  • DECORAÇÃO,  Tours

    Cabe tudo em 40 m²

    Tamanho, definitivamente, não é documento. O espaço deste apê de 40 m² foi tão bem planejado pelo escritório INT2 Architecture que nada ficou de fora: tem mesa para um café da manhã na sacada, horta, escritório e todo o resto.

     

    INT2_interiorTR1

     

    casa-baunilha-40m2-2

    O quarto ficou integrado ao living e também divide espaço com o escritório.