• DECORAÇÃO,  DIY

    DIY: Transforme um souvenir em quadro para decorar a casa com boas lembranças

     

    Há várias maneiras de colocar aquela importante relíquia de um momento especial, que você guarda com todo amor e carinho, exposta como uma obra de arte na sua parede. Pode ser o primeiro desenho do seu filho, uma flor que você ganhou de alguém especial e que deixou secar no meio de um livro (alguém ainda faz isso? é uma técnica ótima e daria um belo quadro!), um tecido, como um lenço comprado naquela sua viagem inesquecível. Enfim, há tantos souvenirs que podem virar uma peça única em uma instalação artística particular: a nossa casa. No meu caso, eu transformei um souvenir de viagem em quadro. Não queria o meu achado guardado em uma caixa. Ele deveria estar sempre com a gente, no dia a dia, no viver dentro de casa. É tão bom olhar diretamente para pedacinhos “vivos” dos bons momentos que nós passamos. E é exatamente isso que esta memorabilia representa pra mim.

    Eu encontrei este pesinho de pesca na areia da Praia Vermelha, no Rio de Janeiro. A viagem pra lá significou muito pra mim e para o meu marido. E fui encontrar justo nesta praia que fica no bairro da Urca, pelo qual eu já era apaixonada antes mesmo de conhecer pessoalmente. Quando chegamos lá havia somente um casal, com seu guarda-sol e seu cachorro, tomando chimarrão (o casal, não o cachorro) e aproveitando a praia quase exclusiva. Então nós ficamos contemplando

  • DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil

    Quando tomar chá faz bem pra decoração

    Quando li esta frase do Goethe pensei que ela tinha tudo a ver com o momento de começar o dia. Sabe, como um lembrete de que a gente pode tentar fazer aquele novo dia ser agradável. E tudo a ver, também, com a hora de dormir, aquele momento em que não reviver as emoções – perrengues – do dia é um verdadeiro desafio, e pensar em coisas boas e desacelerar parece apenas um sonho distante.

    Dessa forma, decidi que a frase deveria ficar no meu criado mudo. Então peguei a tesoura, cortei a tag do barbante do saquinho de chá e coloquei a frase em um mini porta-retrato que eu tinha. Não entendeu a relação do chá com a frase? É que ela estava impressa na tag do saquinho de chá. E foi a partir daí que eu comecei a colecionar esses cartõezinhos, com frases de inspiração e também ilustrações fofas. E de coleção ela passou para decoração. Espalhei os cartõezinhos por alguns cantos da casa, como o bar de chá e as mesinhas de cabeceira.

     

    Ali, no porta-retrato, a frase do Goethe que estava na primeira tag que veio até mim – destino? acaso? – e que despertou a vontade de colecionar estas pequenices. 

  • DECORAÇÃO,  DIY

    DIY: Um mapa-múndi pra chamar de seu

     

    Todo mundo tem lugares especiais que ficam guardados no coração. Pode ser a sua casa, seu quarto, o destino das últimas férias, a cidade onde nasceu ou algum lugar exótico do outro lado do mundo. Por isso, eu e a minha amiga Sophia Catalogne, do blog Meu Mapa-Múndi (o blog de viagem do meu ♥) nos unimos pra fazer este quadro fofo de corações “mapeados”, que traduz o amor por viajar e por quatro lugares por onde ela já andou e guardou no coração e que, cá pra nós, não sei como ela conseguiu escolher só quatro. Ela, uma pessoa que já esteve em tudo quanto é canto deste mundo. Eu tirei o chapéu, mas depois coloquei de volta, claro, pra compor o look pra foto (desculpa, gente, não resisti). Fiquei toda boba com as boas vindas luminosas que ela preparou pra Casa Baunilha.

     

     

    Já sabe quais são os lugares do seu coração? Então vem com a gente. Os materiais que usamos foram:

  • DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil

    1 quadro, muitas histórias

    Adoro colecionar coisas, claro que na medida do possível, porque meu apê é pequeno, então não posso me dar ao luxo de colecionar bicicletas, por exemplo (tirando o fator grana pra fazer essa brincadeira, ok?).

    Então, se você também é do time que coleciona miudezas em larga escala, confere esta ideia pra reunir e expor a sua preciosa coleção, ou melhor, a sua preciosa coleção de histórias vividas. Que, na real, é isso que as coleções representam pra nós.

    Em caixinhas com a frente envidraçada, você vai jogando ali as peças e, com o tempo, vai vendo a coleção crescer. Quadrinhos e até alguns porta-retratos cumprem muito bem esse papel. E, no fim, a coleção acaba virando um quadro bonito na sua parede.

     

    historias de casa

    A colorida coleção de caixinhas de fósforo é da Histórias de Casa

  • DECORAÇÃO,  Tours

    A cowboy house

    Opa que até saiu um título em inglês para falar desta casa, uma casa de cowboy, com certeza, e que ainda apresenta um certo frescor, talvez pelos pontos de cor e pelas peças com design assinado. E ainda agrega referências à cultura indígena, como em algumas estampas.

     

    casadecowboy4

     

    Eu tenho paixão por esse estilo. E quando me deparei com o editorial da Bungalow Mag, me apaixonei mais ainda pelo papel de parede que, dá pra perceber, guiou a escolha

  • DECORAÇÃO,  Tours

    Apê restaurado com charme preservado

    O designer de interiores parisiense Mike Alleg restaurou um apartamento no centro de Madrid, preservando o chão revestido de ladrilhos e respeitando boa parte da estrutura do imóvel. Esses e muitos outros foram os detalhes mostrados pela AD Espanha,  como esta estante, que tem uma espécie de mezanino, leva aço escovado e parafusos à mostra, lembrando uma fuselagem. Não é demais?

     

    casa baunilha3

    E adorei o contraponto da cadeira azul em tom bem vivo. Aliás, o azul é o segundo pretinho básico da decoração. Por exemplo, o tapete da sala, neste tom

  • DECORAÇÃO,  Tours

    Preto & branco com emoção

    Eu estava procurando por acabamentos e tentando decidir quais cores incluir no meu banheiro quando chegasse a hora da reforma. Depois que vi esta casa, cogitei fazer um banheiro em preto e branco.

    É incrível como esta dupla de cores dá tão certo, seja lá para o que for. E, além de funcionar cem por cento, recebe bem todas as outras cores, permitindo que a gente faça combinações despreocupadas porque é certo que vai ficar bom.

     

    pretoebranco1

     

    E, ao contrário do que diz a lenda, a casa não fica fria, sem graça e sem vida. Com os objetos certos, uma mantinha aqui, uma almofada ali, dá pra deixar os espaços aconchegantes e acolhedores. É o que prova a casa que encontrei no Design Sponge e que vamos conferir agora.

  • DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil,  quarto

    Dá-lhe cor

     

    decor 2

     

    O inverno está a caminho e, em algumas regiões do Brasil, o frio realmente vem. E vem com tudo. As cores podem levantar o moral enquanto os dias cinzas e chuvosos predominam (eu adoro dia cinza e chuvoso, mas faz de conta que eu não falei isso).

    A criação da designer Emma Cleine bebe na fonte das cores. E ainda tem um quê fresh mas sem ficar muito carnaval. É o tipo de colorido que casa bem com parede de concreto e outros materiais mais brutos e urbanos. E para apresentar a sua coleção de estampas, ela ainda produziu fotos lindas de onde podemos tirar inspiração pra decoração.

  • DECORAÇÃO,  Tours

    Shhhh!

    “A paz invadiu o meu coração / De repente, me encheu de paz” e a gente segue cantando Caetano e admirando a paz que a luz desta casa traz. As cores suaves garantem a calmaria e os detalhes em preto trazem aquele quê de sofisticação. Tudo pensado pela designer de interiores Kelly Deck, acostumada a projetar espaços tranquilos.

     

    casa baunilha1 casa baunilha2

     

    Dá pra perceber pela proximidade do fogão com o sofá que a casa é compacta, mas acaba dobrando de tamanho com tanta clareza.

  • Crônicas,  DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil,  Vida e Carreira

    Hoje, visitei a minha casa

    casa baunilha2

     

    Hoje fui almoçar em casa. Sempre que isso acontece, o que é raro, eu tenho a mesma sensação. Minha casa parece outra. Estar ali em um horário que normalmente não estou me faz perceber uma casa diferente. Quase todo santo dia eu chego à noite, e depois só tenho ela aos fins de semana. Mas sábado e domingo não contam pois têm outra aura, diferente da aura dos dias de semana, dos horários comerciais.

    Aproveitei e fiz uma máquina de roupa. Parecia que até a máquina de lavar estava estranhando. Programei para a lavagem de 20 minutos mas pareceu 1 hora. Acho que ela não estava acostumada mesmo. As roupas ficaram felizes que iam secar ao sol do meio dia. Escancarei as janelas. O barulho delas abrindo parecia o de crianças