• antes e depois,  banheiro / lavabo,  DECORAÇÃO,  Decorar,  Reformar

    Antes e depois: meu banheiro reformado

    Meu banheiro, depois de anos de infiltração – somando os que eu aluguei o apê e mais alguns como proprietária – não pode escapar de uma reforma total. Eu sou muito a favor das obras limpas (conceito que estou aplicando na minha cozinha), que reaproveitam os materiais e quebram menos possível ou nada. Mas o meu querido aqui estava literalmente caindo aos pedaços, principalmente na parte do box. Os azulejos, estufados em ângulos de quase 45 graus, podiam cair a qualquer momento. E os dois ambientes que dividem as paredes com ele sofriam com as infiltrações e o mofo.

     

     

    Antes de qualquer coisa, preciso dizer que eu tinha uma ideia visual para o banheiro que acabou não acontecendo. Então ele ficou assim, como estamos vendo mas que, de qualquer forma, gostei do resultado também. Eu explico. Eu queria um banheiro super urbano, com cara de ambiente reaproveitado e com mix de texturas. Imaginem, no lugar dos azulejos verdes, textura de cimento queimado, bem manchado, tipo um viaduto mesmo. Era essa a minha ideia inicial: de um lado, porcelanato que imitasse pedra (pois verba para pedra de verdade não trabalhamos) e, do outro, na parte das louças e do espelho, a textura de cimento, bem manchado.

    Acontece que o pedreiro que contratamos não apareceu no dia combinado porque tinha pego uma outra obra. E depois disso, conforme eu falava com outros profissionais eles me desencorajavam ou diziam que pela umidade do banheiro não seria o ideal, ou eu mesma não levava fé que fariam direito. Algo que parece ser tão simples, um concreto aparente, sem a parte de assentar os azulejos. Bom, quem nunca teve que partir para o plano B ou até outras letras seguintes do alfabeto em se tratando de obra, não é mesmo? Eu comprei o material para a reforma em 2015

  • Por aí,  Rio de Janeiro

    O décor da Confeitaria Colombo: um caso de amor antigo

     

    Todo mundo tem um lugar que admira e adora mesmo sem nunca ter ido. Pois umas das confeitarias mais tradicionais e deslumbrantes do Brasil era um dos meus. Na verdade, ela continua sendo, mesmo depois de encontrar pessoalmente essa velha amiga que conheci pela internet. Bom, um espaço que une gostosuras pra comer a uma decoração histórica de encher os olhos, que acelera o coração e lota o cartão de memória da minha máquina só pode ser um dos mais queridos, mesmo.

     

     

    Pelo que li por aí, a Confeitaria Colombo foi fundada em 1894 por imigrantes portugueses e recebeu este nome para homenagear o grande navegador Cristóvão Colombo. Isso explica alguns detalhes do interior da confeitaria, como pinturas em painéis, desenhos em vitrais e convites com ilustrações de caravelas e navegações. Decorada em estilo art nouveau, a confeitaria é a prova viva do que foi a belle époque carioca

  • Por aí,  Rio de Janeiro

    Feira do Rio Antigo ou Feira do Lavradio – Um desejo realizado

    Eu pesquisei muito sobre o Rio de Janeiro antes de conhecê-lo. Principalmente em se tratando de decoração, usados, antiquários, feiras ao ar livre, onde eu pudesse encontrar souvenirs interessantes e também… gente, muvuca. A Feira do Lavradio, também carinhosamente chamada de Feira do Rio Antigo, se tornou uma experiência pra se viver na minha lista de coisas do que fazer no Rio. E parecia que era pra ser mesmo, porque a feira acontece no primeiro sábado do mês, e eis que eu estava lá no primeiro sábado de maio.

     

     

    Superou tudo que eu tinha imaginado. A feira é tudo o que uma feira tem que ser, e é ainda melhor. Movimentada mas não a ponto de você não conseguir se locomover. Produtos maravilhosos, tanto da parte de artesanato – produtos novos – quanto dos itens de brechó e antiquário. Aliás, a Rua do Lavradio é uma rua de antiquários. Eles se misturam às barracas da feira. Estas, uma charme só, todas iguais, com um toldo em padrão estampado de listras vermelhas e brancas. Adorei. Mas continuando sobre o que a feira tem de bom, eu ainda destacaria as pessoas. Gente interessante e alegre. Deve ser por causa da música que fica tocando. A feira tem trilha, então todo mundo fica envolvido no clima de corpo e espírito. Samba, música brasileira. Imagina começar o sábado assim.

    Deixo aqui alguns dos meus registros sobre esse item que eu tive o enorme prazer em riscar da minha lista.

  • cozinha,  DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil

    Cozinha espelhada

    Oi pessoal! Para começar a semana, escolhi uma ideia bacanérrima: colocar um espelho sobre a pia da cozinha. Pra quem não tem uma janela no ambiente, é uma alternativa excelente pra ampliar o espaço e o campo de visão. E pra quem tem filhos pequenos, é ótimo pra ficar de olho neles. A seguir, um exemplo que vi no Design Sponge.

     

    espelhos2 design sponge

     

    Tá certo que a estrela aqui é o espelho, mas o que é esta cozinha? Achei demais as prateleiras com madeira crua, sem nada de acabamento, inclusive

  • DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil,  jardim

    É sexta! Música, design e natureza, tudo junto

    Ai, sexta-feira, coisa boooooooa! Vontade de sair por aí cantando e pulando, hahaha. Mas até que não é uma má ideia. Música é uma das melhores coisas da vida e pode “fazer” o nosso humor, de verdade, não é não?

    Então, que tal uma trilha pra essa sexta? Vamos de Curtis Mayfield com a super pra cima Move On Up, daquelas que fazem a gente querer abrir todas as janelas, dar uma sacudida no tapete, dar água para as plantas, mudar os móveis de lugar, fazer a revolução em casa, ou até na vida!

     

     

    E por falar em dar água para as plantas, enquanto a gente curte essa trilha totalmente do bem, vamos apreciar o trabalho da designer Meyer-Lavigne, que dá vida a vasos de folhagens pra lá de simpáticos.

     

    casabaunilha-Meyer-Lavigne5

     

  • DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil

    Fome de arte

    Eu já postei incontáveis vezes algumas vezes aqui sobre a minha paixão por louça, desde colecionar bibelôs kitsch até achar novos usos para peças triviais. Realmente é algo que desperta um fascínio. Se você também fica hipnotizado, então pega o babador e dá uma olhada nestas peças que minha amiga Sophia Catalogne, do blog Meu Mapa-Múndi, encontrou durante suas andanças e trouxe assim, de bandeja, pra nós aqui da Casa – obrigada, So, nós te amamos!

     

    decor-casa-baunilha5

     

    É cada vez mais frequente encontrarmos peças de louça assim, inusitadas, que muitas vezes nem dá coragem de usar, mas de expor pela casa e incrementar nossa decoração. Estas são da loja Liberty London, de Londres.

  • DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil

    Mini prazeres

    Coisiquinhas feitas de cerâmica que não dá pra não notar e não querer.

    miniprazeres casa baunilha 2

     

    miniprazeres casa baunilha

    Ficam muito felizes brilhando sozinhos na decoração, em um cantinho especial, ou habitando estantes entre um livro e outro ou até mesmo entre as preciosidades da sua cristaleira.

  • DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil

    Décor à flor da pele

    Tem editorial lindo de viver (alô, Hebe!) que a revista AD espanhola preparou com inspiração no visual dos filmes do diretor Wong Car-Wai. O ensaio recriou a atmosfera de Amor à Flor da Pele com muita textura, estampas e itens vintage.

    Ficou assim, como eu diria… um presente para os olhos e referências mil para a nossa casa. E a luz, a luz!

     

    in_the_mood_for_love_66615221_1800x1200

     

    in_the_mood_for_love_633106998_919x1200

    Resgatando as cortinas de miçanga em 3, 2, 1, já!

  • DECORAÇÃO,  Decorar,  Ideias mil

    Vintage é tudo de bom

    A revista AD espanhola fez uma seleção de antiquários com imagens do interior das lojas que revelam uma série de peças interessantes, além da composição de espaços que, só de olhar, ficamos imaginando as histórias que elas carregam e como poderiam ser dispostas em um décor contemporâneo. O nosso.

     

    anticuarios_694423248_800x1200

     

    anticuarios_762162940_839x1200

     

    Os briques e antiquários são uma saída certeira para nós que queremos tirar a casa da mesmice e acabar com a aparência de showroom de loja, já que as peças saíram de linha há muito tempo e você não vai encontrar quem tenha algo igual, ou muitos iguais. Isso sem entrarmos na questão de que levamos para casa peças que foram criadas numa época em que móveis eram feitos para durar. Ou seja, investimos em peças de qualidade, com bons acabamentos e material de primeira. Quer mais uma vantagem do décor vintage? Então lá vai: faz a riqueza circular no

  • DECORAÇÃO,  Tours

    Casa de arrasar

    Meio arriscado falar isso. Mas é que eu já não sei que adjetivos usar para as ideias maravilhosas que encontro pelo caminho e que adoro compartilhar com vocês. Tá, confesso, também, que eu queria um título de impacto para o primeiro post da Casa Baunilha de cara nova, iuhuu! Que acharam?

    Tá, foco! Esta casa é um vislumbre. Eu adorei tudo, e tenho certeza que vocês vão se encantar também. É daquelas de parede branca e que deixa os objetos e os móveis fazerem a festa. E não é qualquer móvel e qualquer objeto. Tudo tem seu jeito de ser mas ao mesmo tempo se harmoniza muito bem.

    É mais um Por Dentro.

     

     

    Imagem3

     

    Imagem1